Centro Pai João de Angola


RAINHA DAS 7 ENCRUZILHADA

Pomba gira das 7 encruzilhadas (entidade da Umbanda e também cultivada e cultuado no candomblé) foi uma Rainha no seu tempo na terra, diz a história ter sido ela uma linda cortesã que amarrou o coração de um Rei Francês que a tornou Rainha. Passou-se alguns anos e o Rei veio a falecer. A rainha passou a tomar conta sozinha do seu reino o que deixou alguns membros da corte indignados porque ela não teve filhos para deixar o trono como herança e tampouco parentes sangue azul para substituí-la após a sua morte. Devido a tenacidade da rainha o seu trono começou a ser cobiçado por outros reinos o que trouxe muita preocupação para a política da corte, então o conselheiro real convenceu a Rainha a casar-se novamente com um homem cujo o reino fosse ainda maior que o seu para juntos vencerem as batalhas e trazer ao reinado a paz e a tranqüilidade que já não tinham mais. Um dia surgiu no castelo um homem que se dizia seduzido pela beleza da rainha e dono de um reinado incalculável no oriente e a pediu em casamento, a rainha preocupada com destino da sua corte e pela proteção de seu trono, aceitou a oferta de imediato e logo em seguida casaram-se. Não demorou muito a querida rainha foi envenenada pelo seu atual marido que logo após se titulou o Rei e começou a governar a corte da pior maneira possível. A saudosa rainha após o seu desencarne chegou ao mundo astral muito perdida e logo começou a habitar o limbo devido a faltas graves que na terra havia cometido. Depois de algum tempo na trincheira das trevas do astral a Rainha foi encontrada pelo seu antigo Rei que no astral era conhecido como Senhor das encruzilhadas, este senhor passou a cuida-la e incentiva-la a trabalhar do seu lado para as pessoas que ainda viviam no plano material aliviando suas dores e guerreando com inimigos astrais... O feito deste casal no astral tornou-se tão conhecido e respeitado que o Exu Belo nomeou o Senhor das encruzilhadas como Rei das Sete encruzilhadas e prontamente o Rei nomeou a sua Rainha. Juntos eles passaram a reinar os caminhos das trevas e da luz e sob o seus comandos milhares de entidades subordinadas que fizeram do Reino das sete encruzilhadas o maior reino do astral médio superior. Passou-se muitos anos e o Rei que havia envenado a rainha veio a morrer durante uma batalha, e este foi resgatado pelos soldados da Rainha das sete encruzilhadas e o mesmo foi levado até ela. O homem ainda atônico sem entender ainda o que estava acontecendo com ele, se viu diante daquela poderosa mulher a qual foi obrigado a curvar-se e a servi-la para o resto da sua eternidade como castigo por ter-la envenenado. E hoje através das suas histórias que compreendemos que o povo de exu não são entidades perdidas do baixo astral e sim entidades respeitadas e de muita importância no mundo astral superior e inferior. A Pomba-Gira Rainha das Sete Encruzilhadas adora a cor Maravilha, Vermelho, Preto e Dourado trazendo na mão um cedro de ouro. Suas oferendas são sempre as mais caras, pois ela é muito exigente. A Pomba-Gira Rainha das 7 Encruzilhadas também é conhecida no sudeste do país como “Dona 7” Se apresenta como uma mulher de meia idade, muito reservada , educada, iteligente e culta. Ao contrários que muitas pessoas pensam... é uma entidade calma e tranqüila, mais quando chega ao mundo para deixar seu recado, traz na garganta um grito de guerra onde expressa todo o seu poder de vitórias.“Foi Iansã quem lhe deu força! Ela é a Rainha do Candomblé... vamos sarava nossa Rainha Pomba-Gira ela é o exu mulher... bis: Vamos sarava nossa Rainha Pomba-Gira ela é o exu mulher...”Saravá D.Rainha!




Guardiãs Pombo Gira

Pomba gira é vista como um Exu feminino, um mensageiro entre este mundo e o mundo espiritual, um espírito, ( que nas religiões Abraamicas do deserto seria certamente visto como um anjo), de forte e vincada personalidade.
Pomba gira é um espírito feminino também de luxúria, sendo que todos os prazeres e coisas deste mundo lhe são agradáveis.
Muitos crentes, afirmam que pomba gira não é uma entidade, mas sim um conceito que serve para identificar uma certa categoria de espíritos.
Há quem também afirme que os espíritos chamados «pomba gira», são espíritos de mulheres que em vida foram amantes, prostitutas, ou simplesmente mulheres especialmente ligadas ao prazer das coisas da carne, e que morrendo se transformam em poderosas entidades espirituais.
Estes espíritos femininos, são capazes tanto de um grande mal , ( desviar comportamentos sexuais, causar tentações, separar casais, concretizar cruéis vinganças, separar famílias, etc), como de um grande bem ( unir casais, salvar casamentos, devolver harmonia ao lar, etc).
Sendo espíritos de mulheres falecidas, essas entidades tendem a reencarnar periodicamente neste mundo. As que ainda não reencarnaram, tendem a procurar médiuns com os quais se possam relacionar e assim incorporar temporariamente.
Normalmente um espirito Pomba Gira incorpora numa mulher, embora haja casos em que se afirma que tal sucede em homens. Afirma-se também que nesses casos, a fortíssima influencia espiritual de pomba gira num homem, poderá distorcer a sua orientação sexual, mas tal não se encontra provado.
Afirma-se na teologia Umbanda e Kimbanda, que Pomba-Gira, ( o conceito que serve para distinguir toda uma linhagem de espíritos feminis), constitui na verdade uma enorme legião, subdividida em ramos distintos: existem pombas giras ligadas ás encruzilhadas, ( Pomba Gira das 7 encruzilhadas), bem como pombas giras ligadas a locais ermos, ( Pomba Gira Maria Mulambo), como pombas giras relacionadas com ciganas, ( pomba gira Cigana), como pombas giras afetas aos cemitérios, ( pomba gira Calunga)
No decorrer de um processo espiritual, milhares de pessoas já afirmaram ter visto os seus desejos concretizados através deste tipo de entidade, ao passo que outras viram todo o tipo de alterações milagrosas suceder na sua vida.
As oferendas realizadas a pomba gira, são: charutos, bebidas fortes, cigarros de boa qualidade, flores vermelhas, espelhos, jóias bonitas e brilhantes, licores, bijuterias, perfumes e tudo aquilo que um espirito feminino adora.
Os locais de oferenda, variam consoante a natureza da pomba gira em questão.
As pomba gira são entidades espirituais de forte personalidade, pelo que jamais se poderá quebrar a palavra dada, nem violar os termos de uma instrução, nem mostrar desrespeito. Qualquer uma dessas falhas, pode resultar em trágica conseqüência.
Contam os crentes, que em certas noites, podemos ouvi-las cantando e dançando nos locais mais inesperados, ( lugares ermos, cemitérios), e sentir o perfume doce e feminino das suas presenças invisíveis. Nessas noites, convém afastar-se rapidamente desse local, sem olhar para traz, com todo o respeito e discrição, respeitando a intimidade dessas valorosas Exu femininas.



Maria Rosa é uma pomba-gira que trabalha na linha das almas, mais também recebe suas oferendas em cruzeiros de pomba-giras.

Trabalha para o amor e tudo que estiver envolvido neste sentido, sendo para união, castigo ou dano. Deve se ter muito cuidado para o que se pede para esta gira, pois ela trabalha da linha de Obá, e é vulgarmente conhecida como Maria Navalhada.
Nunca tente pedir um companheiro(a) para esta entidade se este for casado, pois ela trabalha com as navalhas de baixo da sua saia e voce é quem sairá sofrendo neste dano, pois ela não entrega quem cobiça homem casado. Agora se quiser alguém solteiro e que este não esta lhe dando bola… seus trabalhos são infalíveis e pode apostar que o que pedir terá! basta ter fé no poder desta maravilhosa entidade


 

 




As entidades que atendem pelo nome Pomba Gira Dama da Noite, pertencem a todas as falanges, tal qual as Pomba Giras do Cabaré.
Fazem a comunicação e a troca de informações entre essas falanges.
São uma espécie de informantes, estão em toda a parte, "correm a gira" no astral para avaliar todas as questões que envolvem um caso que esteja sendo tratado por outras Guardiãs.
São muito versáteis e conhecem de tudo um pouco.
Uma outra atribuição muito importante, dessas Pomba Giras, é o desenvolvimento mediúnico de médiuns iniciantes.
Portanto podem se manifestar em qualquer ponto cantado, ou, mesmo não sendo, a Pomba Gira que irá trabalhar com o médium, pode dar ao mesmo "insights" de quem será sua Pomba Gira de trabalho, incorporando ou passando vibração ao médium apenas no ponto cantado de sua Pomba Gira.
Dificilmente riscam ponto e dão consulta, ficam de pé no meio do terreiro dançando e preparando o médium, por isso, é muito comum incorporações de curta duração, para evitar desgaste e fadiga do médium.
Outra forte atuação dessas Senhoras é a comunicação intuitiva, já que o médium em desenvolvimento não está "pronto" para identificar mensagens claras, pois ainda não sabe se quer o nome de sua Pomba Gira.
Isso não ocorre com todos os médiuns, em alguns casos, dependendo da história, do grau de mediunidade e da relação "entidade-médium", a Pomba Gira de trabalho, já informa ao médium, quem é e o que quer.
As Pombas Giras Damas da Noite, após um período, que varia, de caso para caso, acabam por optar por uma atividade mais especializada, aí sim, ingressando numa falange específica.
São muito bem humoradas e passam ao médium, uma sensação de alegria e descontração.
Estão sempre presentes nos terreiros, e mesmo que um determinado médium da corrente, não seja médium de incorporação, recebe sua vibração, o que o protege das energias densas que são desagregadas nas giras de Exú.
Seu nome "Dama da Noite" pode fazer com que seja associada à "Pomba Gira do Cabaré".
Mas essas guardiãs têm funções distintas, as Damas da Noite, por serem entidades responsáveis pelo desenvolvimento mediúnico da maioria dos médiuns, não costumam enfrentar o astral inferior, de modo frontal, pois precisam manter uma vibração periespiritual menos densa, para a proteção dos médiuns que estão sendo por elas desenvolvidos.
Em sua denominação simbólica, são conhecidas apenas por Pomba Gira Dama da Noite, não havendo a complementação, como por exemplo, Pomba Gira Dama da Noite das Almas, ou Pomba Gira Dama da Noite da Encruzilhada, etc.
Como existem milhares de Pomba Giras Damas da Noite, também existem milhares de histórias sobre cada uma.


Pomba Gira Maria Mulambo

Sua lenda diz que Maria Mulambo nasceu em berço de ouro, cercada de luxo. Seus pais não eram reis, mas faziam parte da corte no pequeno reinado.
Maria cresceu sempre bonita e delicada.
Com seus trejeitos, sempre foi chamada de princesinha, mas não o era.
Aos 15 anos, foi pedida em casamento pelo rei, para casar-se com seu filho de 40 anos.
Foi um casamento sem amor, apenas para que as famílias se unissem e a fortuna aumentasse.
Os anos se passavam e Maria não engravidava.
O reino precisava de um outro sucessor ao trono.
Maria amargava a dor de, além de manter um casamento sem amor, ser chamada de árvore que não dá frutos; e nesta época, toda mulher que não tinha filhos era tida como amaldiçoada.
Paralelamente a isso tudo, a nossa Maria era uma mulher que praticava a caridade, indo ela mesma aos povoados pobres do reino, ajudar aos doentes e necessitados.
Nessas suas idas aos locais mais pobres, conheceu um jovem, apenas dois anos mais velho que ela, que havia ficado viúvo e tinha três filhos pequenos, dos quais cuidava como todo amor.
Foi amor à primeira vista, de ambas as partes, só que nenhum dos dois tinha coragem de aceitar esse amor.
O rei morreu, o príncipe foi coroado e Maria declarada rainha daquele pequeno país. O povo adorava Maria, mas alguns a viam com olhar de inveja e criticavam Maria por não poder engravidar.
No dia da coroação os pobres súditos não tinham o que oferecer a Maria, que era tão bondosa com eles.
Então fizeram um tapete de flores para que Maria passasse por cima.
A nossa Maria se emocionou; seu marido, o rei, morreu de inveja e ao chegar ao castelo trancou Maria no quarto e deu-lhe a primeira das inúmeras surras que ele lhe aplicaria.
Bastava ele beber um pouquinho e Maria sofria com suas agressões verbais, tapas, socos e pontapés.
Mesmo machucada, nossa Maria não parou de ir aos povoados pobres praticar a caridade.
Num destes dias, o amado de Maria, ao vê-la com tantas marcas, resolveu declarar seu amor e propôs que fugissem, para viverem realmente seu grande amor.
Combinaram tudo.
Os pais do rapaz tomariam conta de seus filhos até que a situação se acalmasse e ele pudesse reconstruir a família.
Maria fugiu com seu amor apenas com a roupa do corpo, deixando ouro e jóias para trás.
O rei no princípio mandou procurá-la, mas, como não a encontrou, desistiu.
Maria agora não se vestia com luxo e riquezas, agora vestia roupas humildes que, de tão surradas, pareciam mulambos; só que ela era feliz.
E engravidou.
A notícia correu todo o país e chegou aos ouvidos do rei.
O rei se desesperou em saber que ele é que era uma árvore que não dá frutos.
A loucura tomou conta dele ao saber que era estéril e, como rei, ele achava que isso não podia acontecer.
Ele tinha que limpar seu nome e sua honra.
Mandou seus guardas prenderem Maria, que de rainha passou a ser chamada de Maria Mulambo, não como deboche mas, sim, pelo fato de ela agorapertencer ao povo.
Ordenou aos guardas que amarrassem duas pedras aos pés de Maria e que a jogassem na parte mais funda do rio.
O povo não soube, somente os guardas; só que 7 dias após esse crime, às margens do rio, no local onde Maria foi morta, começaram a nascer flores que nunca ali haviam nascido.
Os peixes do rio somente eram pescados naquele local, onde só faltavam pular fora d'água.
Seu amado desconfiou e mergulhou no rio, procurando o corpo de Maria; e o encontrou.
Mesmo depois de estar tantos dias mergulhado na água, o corpo estava intacto; parecia que ia voltar à vida. os mulambos com que Maria foi jogada ao rio sumiram. Sua roupa era de rainha.
Jóias cobriam seu corpo.
Velaram seu corpo inerte e, como era de costume, fizeram uma cerimônia digna de uma rainha e cremaram seu corpo.
O rei enlouqueceu.
Seu amado nunca mais se casou,...

Exú Mulher Maria Mulambo, você que me acompanha , me ajudando nos momentos mais difíceis e aparentemente sem solução, aceite esta pequena homenagem que fiz com muito amor. Podem dizer que você é farrapo, gosta do lixo e tudo o mais, mas eu sei que sem você a minha vida não teria sentido. A sua missão é esta: tratar do lixo espiritual em que a maioria das pessoas vive, curar a depressão e fazer os humanos acreditarem em si mesmos, em sua potencialidade. Este é o seu fundamento. Para isto vc foi criada.

MARIA MULAMBO mostra-se quase sempre bonita, feminina, amável, elegante, sedutora.Ela gosta das bebidas suaves como vinhos doces, licores, cidra, champanhe, anis, etc. E gosta dos cigarros e cigarrilhas de boa qualidade, assim como também lhe atrai o luxo, o brilho e o destaque. Usa sempre muitos colares, anéis, brincos, pulseiras, etc.Exus e pombagiras dessa linha (estrada) são os mais Brincalões. Suas consultas são sempre recheadas de boas gargalhadas, porém é bom lembrar que como em qualquer consulta com um guia incorporado, o respeito deve ser mantido e sendo assim estas brincadeiras devem partir SEMPRE do guia e nunca do consulente. São os guias que mais dão consultas em uma gira de Exu, se movimentam muito e também falam bastante, alguns chegam a dar consulta a várias pessoas ao mesmo tempo. Nesta linha trabalham vários espíritos, desde os Exus da estrada propriamente dita, como também os Cíganos e a malandragem. Também se encaixam nesta linha alguns espíritos, que apesar de já terem atingido um certo grau de evolução, optaram por continuar sua jornada espiritual trabalhando como Exus .


Esta pomba-gira de fé é da mesma banda de Maria Padilha, é uma entidade muito forte que comanda uma falange muito grande de mulheres... pomba-gira Maria Navalhada é sua subordinada. Ela acompanha sete exus e se apresenta sempre quando bem incorporada como uma mulher forte e sem rodeios... ao contrário do que muitos pensam estas entidades apesar de serem muito sensuais... não costumam se insinuar a ninguém... a sensualidade faz parte da sua maneira de viver e é assim que elas se aproximam dos seus filhos de fé! Maria Quitéria aceita seus pedidos e oferendas nas encruzilhadas e cruzeiros... toma champanhe em taça, gosta de cigarrilhas longos, bijuterias, perfumes, velas vermelhas e toalha vermelha e preta... Suas oferendas tem que sempre estarem impecáveis... assim é esta exigente entidade.

A força energética de Maria Quitéria tem maior intensidade em trabalhos a serem executados com as Almas principalmente em Cemitérios e Montes, sendo quase sempre mensageira de Orixás como Iansã, Obá, e as vezes Ogum.

"Salve exu de banda, salve exu mulher, salve pomba-gira Maria Navalhada, salve sua rainha Maria Quitéria e toda a sua cambada

Caminhos

Maria Quitéria das 7 Encruzilhadas
Maria Quitéria da Calunga
Maria Quitéria das Almas
Maria Quitéria da Campina
Maria Quitéria do Cruzeiro
Maria Quitéria da Figueira
Maria Quitéria dos Infernos
Maria Quitéria das Sete Catacumbas

Características

Arma: Navalha
Bebida: Champanhes, Licores
Fuma: Cigarros, Cigarrilhas longas
Lugar: Cemitérios e Montes
Nome: Cabalístico Lamia
Vela: Vermelha, Preta


Pomba-Gira Menina é uma entidade muito carismática e apreciada pelo povo de umbanda, pois adora trabalhar quando esta na terra e suas médiuns são sempre pessoas alegres e de aparência muito jovem. Ela trabalha para amor, união,concursos e tudo o que for a respeito de progresso material! Mais como toda moça de sua idade é muito vaidosa e esta sempre arranjando pretendentes para as suas médiuns que mesmo sendo pessoas de idade, seus pares são pessoas sempre bem mais novos.
Sua oferendas devem ser bem brilhantes e perfumadas, adora, rosas, incensos, banhos cheirosos, champgne sem alcool e panos vermelhos... brincos e pulseiras nunca podem faltar para quem quer fazer algum pedido a esta gira. Ela recebe suas oferendas nos cruzeiros e parias e em noites de lua cheia gosta de recebe-los em uma campina de baixo de uma árvore frondosa. Trabalha da linha de Iançã por isto quem não quer ficar solteira(o) apele para esta pomba-gira que fará seus trabalhos com muita alegria e firmeza.


Esta é uma das entidades mais conhecidas e queridas dentro da Umbanda e Povo do Oriente, é a cigana Sete Saias. Muitos médiuns e chefes de terreiros por falta de informação não costumam apresentar esta maravilhosa entidade com a sua verdadeira origem cigana, fazendo desta linda gira uma pomba-gira de encruzilhada. A Pomba –Gira Cigana Sete Saias é considerada a Deusa do Amor pelo povo do oriente, e a ela que as moças recorrem quando desesperadas por falta de amor. “ A lenda conta que a Cigana Sete Saias foi apaixonada por um moço “não cigano” o que seus pais não aceitavam... e proibida de viver este amor parou de comer até vir a falecer. Quando seu corpo estava sendo preparado para velar, sua mãe trouxe suas sete saias favoritas e colocou a seus pés para poder rodar e jogar cartas nos caminhos do astral superior. A moça chegando as astral, foi recebida por Santa Sara a qual a designou a proteger e ajudar todas as moças que choravam por seus amores proibidos e impossíveis... É a esta entidade poderosa que as mais serias mandingas de amor são realizadas... e há quem diga que o que a Cigana Sete Saias Une... Ninguém separa!

Esta pomba-gira gosta de receber suas oferendas e presentes nas encruzilhadas de campo e preferencialmente as 18:00 nas sexta-feiras de lua cheia. Nas suas oferendas não pode faltar perfume de flores ou gardênia... sua velas são coloridas quase sempre vermelhas, brancas e Rosas... que são as cores que simbolizam o sexo, o amor e a tranqüilidade nas relações.

“Há quem diga que ela vem dos cruzeiros... há quem diga que ela vem do luar... me diga oh meu Deus de onde vem Pomba-Gira Sete Saias e onde ela quer trabalhar!?”
Saravá cigana Sete Saias!


Pomba Gira Maria Mulambo
Pomba Gira Maria Mulambo apresenta-se quase sempre muito bela, feminina, amável, deslumbrante, sedutora. Ela gosta das bebidas suaves como: Vinhos doces, licores, cidra, champanhe, anis, etc. Pomba Gira Maria Mulambo gosta também: cigarros e cigarrilhas de boa qualidade, assim como também lhe atrai o luxo, o brilho e o destaque. Usa sempre muitos colares, anéis, brincos, pulseiras, etc. Conta-se que a história de Maria Mulambo que essa Pomba gira nasceu em berço de ouro, cercada de luxo. Seus pai e mãe não eram Reis, mas faziam parte da corte no pequeno reinado. Maria Mulambo cresceu sempre bonita e delicada. Com seus trejeitos, sempre foi chamada de princesinha, mas não era. Maria Mulambo aos seus 15 anos, foi pedida em casamento pelo rei, para casar-se com seu filho de 40 anos. Foi um casamento sem amor, apenas para que as famílias se unissem e a fortuna aumentasse. Os anos se passavam e Maria Mulambo não engravidava. O reino precisava de um outro sucessor ao trono. Maria amargava a dor, além de manter um casamento sem amor, ser chamada de árvore que não dá frutos; e nesta época, toda mulher que não tinha filhos era tida como amaldiçoada. Parcialmente a isso tudo, a nossa Maria Mulambo era uma mulher que praticava a caridade, indo ela mesma aos povoados pobres do reino, ajudar aos doentes e mais necessitados. Nessas suas idas aos locais mais pobres, conheceu um jovem, apenas dois anos mais velho que ela, que havia ficado viúvo e tinha três filhos pequenos, dos quais cuidava como todo amor. Foi amor à primeira vista, de ambas as partes, só que nenhum dos dois tinha coragem de aceitar esse amor. O rei morreu, o príncipe foi coroado e Maria Mulambo declarada rainha daquele pequeno país.


Dama da Meia Noite 

E uma Pomba Gira de KIMBANDA,que atua nas sete linhas,especificamente na linha da Encruzilhada,seus Trabalhos,são para separação,brigas,amarração amorosa,paixão etc...,suas farofas são doce,Bebe champanhe,bebidas doces,fuma cigarros e cigarrilhas,suas vela são vermelhas,preta e preta e vermelha,seus trabalhos são entregues nas Encruzilhadas de terra,vilarejos e estradas,mto perigosa  e de um frieza enorme,trabalha com ponto riscado,na penumbra da noite,não e mto de conversa e quando chega na Gira,e mto respeitada.


Cigana do Pandeiro e sua Historia Rosa dos Ventos é muito conhecida como Pomba-Gira Cigana, na linha do oriente, bem incorporada, chega sempre alegre e sorrindo, costuma sempre se vestir Blusa Vermelha com Rendas preta ou Babados e sua saia Preta bem rodada com babados e bolso na frente onde guarda o seu baralho, e seu perfume. Tem com ela um leque com renda dourada nas bordas.A cigana Rosa dos Ventos, como muita gente sabe. foi aquela cigana que habitava em Paris na época medieval. Por onde passava deixava olhos espertos por sua beleza, Sorrisos nos lábios por sua simpatia e corações batendo descompassados e muitos suspiros.Era muito graciosa e carismática por isso conseguia com que todos daquela cidade gostassem muito dela, pois trazia também o dom da adivinhação e a clarievidencia com isso estava sempre rodeada de pessoas, "principalmente homens". Era filha de Família Humilde, com muitos irmãos, as mulheres ela logo desenvolvia o dom da clarevidência, pois as acompanhavam nas ruas para ganhar dinheiro jogando baralho de adivinhação para o povo. Os homens cada um era ensinados para ter uma profissão. Nasceu e foi criada no mesmo país, mas sempre mudando de cidade. Vaidosa, gosta de jóias douradas (ouro) ou bijuteria, perfumes da melhor qualidade, champaign doce, e bebida de Anis, Cigarro feminino (longo de filtro branco). Quando ela se apresenta em médium que esta em fase de desenvolvimento, logo gosta de riscar seu ponto, porque trabalha muito com ponto de fogo e sendo assim precisa de seu ponto, trabalha muito com fase de lua e dia de numero impar, quando é preciso banho de ervas usa somente ervas cheirosa (doce). Todas as pessoas que com ela faz trabalhos são bem sucedidas, principalmente com relação ao Amor. Ao contrario das pomba-giras não trabalha em cimiterio, a maior força dos seus trabalhos estão nas luas cheia e crecente em dias que sejam números impar, melhores dias da semana segunda e sexta-feira. Rosa dos Ventos gosta de cuidar de casos Amorosos e os faz para quem agradar com jóias ou bebida. No reino dos ciganos ela é Rainha ,nos acampamentos sempre o que se arruma primeiro é o lugar dela (seu trono). Geralmente para trabalhar traz com ela Exu Gira Mundo, Exu Tata Caveira, Exu 7 Punhal, Exu do Lodo, Exu Tiriri, Exu das Encruzilhadas.


Salve o Povo Cigano

Pomba Gira Rosa Vermelha
AS POMBAGIRAS QUE ADOTARAM A DENOMINAÇÃO ROSA PERTENCEM A FALANGE DE DONA ROSA CAVEIRA. (COM ALGUMAS EXCEÇÕES) E DONA ROSA VERMELHA É UMA DELAS. DONA ROSA VERMELHA ATUA MAIS ESPECIFICAMENTE NA CALUNGA E NA ENCRUZILHADA, MAS TAMBÉM NOS CABARÉS. AS POMBAS GIRAS DE DONA ROSA CAVEIRA, TÊM COMO ESPECIALIDADE A FUNÇÃO DE GUARDIÃS, TRABALHANDO MAIS NA CAPTURA DE ESPÍRITOS TREVOSOS. ENTRETANTO DONA ROSA VERMELHA É ESPECIAL, DONA DE UM CHARME E UM CARISMA INCOMUNS, SUAVE,SENSUAL, CORDATA, BEM HUMORADA E DE BEM COM A VIDA (PELO MENOS,AS QUE EU CONHECI) ESSA GUARDIÃ TAMBÉM É EXCELENTE PARA OS ASSUNTOS DO CORAÇÃO, ESPECIALMENTE, AS QUE TRABALHAM NAS ENCRUZILHADAS E CABARÉS AS CORES SÃO VERMELHAS COM DETALHES PRETO OU PRETAS COM ALGUNS DETALHES EM VERMELHO. AS VELAS:VERMELHAS, VERMELHA E PRETA, PRETAS AS OFERENDAS PODEM SER ENTREGUES NA ENCRUZILHADA, E OS TRABALHOS PEDIDOS PELA ENTIDADE, EM ALGUNS CASOS, SÃO REALIZADOS NA CALUNGA ESSES TRABALHOS SÃO FEITOS POR SOLICITAÇÃO DA ENTIDADE E POR PESSOAS PREPARADAS PARA TAL. EU PARTICULARMENTE, PERCEBO DONA ROSA VERMELHA COMO UM MEIO TERMO,UM PONTO DE EQUILÍBRIO ENTRE DONA ROSA CAVEIRA E DONA SETE SAIAS. ELA TEM A SERIEDADE DA PRIMEIRA E A SENSUALIDADE DA SEGUNDA. TUDO ISSO SENDO ELA MESMA, QUERIDA, ENVOLVENTE E ÚNICA. .


HOMENAGEM A TODA FALANGE DO EXU TIRIRI 

"EXU O GUARDIÃO DAS TREVAS NUNCA DEIXARÁ O DEVEDOR IMPUNE, NEM DEIXARÁ DE AMPARAR QUEM MERECE."  ´´O PLANTIO E LIVRE, A COLHEITA SERÁ OBRIGATÓRIA.``  


ORAÇÃO EXU TIRIRI

ORIXÁ EXU VÓS QUE SOIS A MÃO ESQUERDA DO CRIADOR, VÓS QUE NOS AMPARA NOS CAMINHOS SOMBRIOS QUANDO NOS ENCONTRAMOS PEDIMOS, VÓS QUE NOS CONDUZ AO ENCONTRO DOS NOSSOS PAIS E MÃES ORIXÁS, VÓS QUE TEM NÓS GUIADOS QUANDO BUSCAMOS A LUZ, VÓS QUE SOIS LUZ TAMBÉM NO NOSSO CAMINHO NESTE MOMENTO NÓS O CLAMAMOS QUE ACOLHA NOSSOS PEDIDOS QUE ESTAMOS ENVIANDO PARA QUE HAJA SEMPRE O NOSSO CAMINHO ESPIRITUAIS PARA QUE POSSAMOS NOS GUIAR SEMPRE, NO DESTINO NOSSO TRAÇADOS PELO DIVINO CRIADOR OLORUM.

ORIXÁ EXU, VÓS QUE TEM ACOMPANHADO OS NOSSOS PASSOS E OS PROBLEMAS DA VIDA, VÓS QUE TEM ACOMPANHADO NOSSA CAMINHADA EM PRO DA RELIGIÃO.

VÓS QUE VÊ O NOSSO INTIMO SEM PRECISAR OLHAR PARA NÓS, VÓS QUE SABEIS DAS NOSSAS INTENÇÕES NESTE MOMENTO EM NOME DO NOSSO CRIADOR NÓS O CLAMAMOS QUE ACOLHAM OS NOSSOS PEDIDOS, ABENÇOE EM NOME DELE TAMBÉM.

VÓS QUE SOIS ORIXÁ, VÓS QUE SERVE A LEI, VÓS QUE SERVE A HUMANIDADE APARTIR DA ESQUERDA DO CRIADOR.

ORIXÁ EXU, NÓS O CLAMAMOS NESTE MOMENTO PARA QUE AMPARE-NOS NESTA CAMINHADA EM PRO DA HUMANIDADE, NÓS QUE NOS IRMANAMOS COM OS NOSSOS IRMÃOS DA ESQUERDA E DA DIREITA, NÓS QUE ESTAMOS NO CENTRO NÓS O CLAMAMOS E ABENÇOAMOS E SE HOJE AQUI ESTAMOS HOMENAGEANDO O SENHOR EXU E REI TIRIRI, NÓS O CLAMAMOS.

SE ESTAMOS AQUI NESTA ENCRUZILHADA QUE SIMBOLIZA OS CAMINHOS QUE SE CRUZAM NA NOSSA ETERNA JORNADA ATRAVÉZ DO SENHOR EXU REI TIRIRI, NÓS O CLAMAMOS QUE NOS DE A SUA BENÇÃO EM NOME DO NOSSO DIVINO CRIADOR OLORUM.

QUE O SENHOR EXU REI TIRIRI TAMBÉM NOS ABENÇOE, NÓS QUE VIEMOS HOMENAGEÁ-LO TRAZENDO O QUE TEMOS DE MELHOR QUE É O NOSSO AMOR PELAS NOSSAS ESQUERDAS “SARAVA EXU”.

LAROIÊ EXU, EXU É MOJUBÁ.

As 6 Leis da Mediunidade Mediunidade.

Além do dom, é fundamental um preparo por parte do médium para que ele exerça sua mediunidade.

Por ser humano, o médium precisa se preparar; fazendo uma limpeza de seu campo e energizando-o. Deve adotar sempre pensamentos e atitudes positivas.

Ei-los: 1 - Pelo menos um dia na semana, realize seus cultos e oferendas àqueles que te protegem e abrem seus caminhos.

2 - Faça orações diárias agradecendo aos Deuses que serves; por suas conquistas.

2 - Medite diariamente, por pelo menos meia-hora, reforçando sua energia, avaliando sua conduta e se conhecendo melhor.

3 - Respeite seu corpo evitando excessos de qualquer natureza; pois ele é seu Templo.

4 - Tenha uma postura de sabedoria e respeito para consigo e seus semelhantes

. 5 - Evitar os pensamentos negativos (raiva, inveja e atitudes menos elevadas) que atraem espíritos inferiores que se aglutinam ao seu campo através da sintonia.

Evite-os. 6 - Trabalhe sempre com fé, sabedoria, coragem, e perseverança.


Agradecemos sua visita Volte sempre....



Os textos apresentados na sua maioria foram retirados , da internet. Esse é um espaço onde colocamos diversos pensamentos e o nosso principal objetivo é a divulgação da nossa Umbanda. Quando algum texto for de autoria do Centro Pai João de angola, o responsável será indicado; da mesma forma que fazemos com outros autores que não têm vínculos com a nossa casa... Comunicado Importante: Este é um Site totalmente gratuito, sem fim comercial ou lucrativo. Algumas imagens e informações provêm de outros sites na internet. Caso você seja o detentor do Copyright de qualquer uma delas, e deseje que ela seja retirada, por favor, é só nos mandar uma mensagem citando o nome e a localização para sua remoção imediata. Não temos o objetivo de nos apropriar de informações alheias tomando-as como nossa, pelo contrário, sempre que possível, colocaremos o nome do autor abaixo do título para deixar bem claro que a intenção é de divulgar a Umbanda através de textos bem elaborados e esclarecedores. Saiba que o Centro Pai João de Angola está isento de qualquer responsabilidade.


- Pomba Gira - Pomba Gira Dama da Noite - Pomba Gira_ Gir__.mp3

Um brinde a Maria Padilha.


PONTOS DE POMBA GIRA 1- POMBA GIRA CIGANA Vinha caminhando a pé, Para ver se encontrava, A minha Cigana de fé! Ela parou e leu minha mão, E disse a mais pura verdade! Eu só queria saber onde mora, A Pomba gira Cigana!
2- PONTO DE POMBA GIRA Arreda homem, que aí vem mulher (bis) Ela é a Pomba gira Rainha de quem tem fé Seu Tranca Rua vem na frente Pra dizer quem ela é Ela é a Pomba gira Rainha de quem tem fé
3- POMBA GIRA CIGANA Bem que eu lhe avisei Que você não jogasse Essa cartada comigo Você parou no valete E eu parei na dama Amigo você não me engana Eu sou pomba gira cigana
4- PONTO DE POMBA GIRA Foi uma rosa que eu plantei na encruzilhada Foi uma rosa que eu plantei no meu jardim Maria Mulambo, Maria mulher Maria Padilha rainha de quem tem fé
5- POMBA GIRA CIGANA Ganhei uma barraca velha Foi a Cigana Quem me deu (bis) O que é meu É da Cigana O que é dela Não é meu Ciganinha puerê, puerá. 6- PONTO DE POMBA GIRA É uma casa de pombo (bis) É de pomba gira Auê auê auê auá (bis)
7- PONTO DE POMBA GIRA Corre, corre encruzilhada A pomba Gira já chegou (bis) Da porteira ou da calunga virá Do lado de Marabô (bis) 8- POMBA GIRA CIGANA Ela é ciganinha da sandália de pau. Quando ela chega no reino, Traz o bem e leva o mal
9- POMBA GIRA CIGANA Ciganinha, Ciganinha da sandália de prata. Com um pandeiro na mão E o baralho na outra a ciganinha desacata
10- MARIA PADILHA Deu meia noite A lua se escondeu Foi lá na encruzilhada Ouvi uma gargalhada E a Padilha apareceu Alaruê, alaruê, alaruê É mojubá, é mojubá, é mojubá Ela é Odara quem tem é em pomba gira É só pedir que ela dá
11- PONTO DE POMBA GIRA Eu caminhava pela alta madrugada Sob o clarão da lua Ouvi uma gargalhada Linda morena formosa Me diga quem você é, Tu és a dona da rosa, és Pombagira de fé Pode abrir qualquer gira Pode chegar quem quiser És Pombagira de umbanda Só não te conhece quem não quer
12- MARIA PADILHA Dizem que Pombagira é uma rosa É uma rosa que nasceu no meio do espinho Maria Padilha, rosa sem espinho segue os meus passos ilumina os meus caminhos
13- PONTO DE POMBA GIRA Deu uma ventania (ô ganga) No alto da serra É a pombo gira (ô ganga) Que vem girar na Terra
14- MARIA PADILHA Abre a roda (bis) Deixa a Maria Padilha trabalhar Quando ela vem, Ela tem peito de aço, (bis) E o coração de um sabiá
15- MARIA PADILHA Foi Iansã quem te deu força Rainha de quem tem fé Vamos saravá (bis) Maria Padilha que mulher (bis)
16- MARIA MULAMBO Olha a sai dela Olelê É Mulambo só Sua saia tem sete metros Sete metros é farrapo só
17- MARIA MULAMBO Olha Maria, caminhando na calçada Ela gira dia e noite até alta madrugada Quem não conhece sua ponteira e seu cigarro Sua rosa e seu marafo que bebia a cada passo Ela caminha sobre o fogo se quiser Ela abre qualquer gira Pra salvar filhos de fé É a Maria, entre as Marias E seu passo lá vai bambo Olha a Maria Mulambo
18- PONTO DE POMBA GIRA A Pombagira no alto de uma ladeira Ela pulava em cima de uma fogueira (bis) Ela pulava, dava uma gargalhada Amarrava os inimigos na barra da sua saia (bis)
19- MARIA PADILHA A sua catacumba tem mistério, Mas, ela é a Rainha do Cemitério! Mas, ela é loira, dos olhos azuis, Maria Padilha, Filha de seu Omolu!
20- PONTO DE POMBA GIRA Pombagira ganhou garrafa de marafo E levou na capela pro padre benzer Entregou pro sacristão Na batina do padre tem dendê Tem dendê (bis)
21- RAINHA DAS 7 ENCRUZILHADAS Sua Coroa é de Ferro, Sua Capa é Encarnada Saravá Exus e pombagira! Rainha das Sete Encruzilhada!
22- MARIA PADILHA Padilha ó Padilha ó A pedra do seu anel Brilha mais do que o sol (bis) Com sua saia, sua rosa no cabelo, Como é bonito ver a Padilha no terreiro (bis)
23- POMBA GIRA CIGANA Quem nesse mundo nunca ouviu dizer Quem nesse mundo nunca ouviu falar De uma cigana que mora naquela estrada Ela tem sua morada sob o clarão do luar Cigana da estrada força poderosa Me dê proteção e axé ciganinha formosa
24- CIGANA ROSA Quando ouvi pela primeira vez aquela gargalhada Achei uma coisa tão linda senti uma força cigana Olhando no meio da roda Estava lá uma cigana formosa, Ela é cigana o... cigana rosa...
25- MARIA MULAMBO Maria Mulambo Ela mereceu ganhar Ganhar o que ganhou Foram sete rosas na calunga Sete marafos E uma saia de cetim E como tudo isso não bastasse Ela ganhou uma coroa de atotô Atotô meu pai atotô meu senhor Maria Mulambo mereceu o que ganhou
26- MARIA MULAMBO Mulambo rainha da encruza A deusa encantada Tem no seu conga a segurança Ela tem sua história marcada Caminhou num tapete de flores E nem sequer se importou Ela deixou Os seus súditos chorando E foi viver No mundo da perdição Ela é rainha, ela é mulher (bis) Pedacinho de mulambo É para quem tem fé
27- MARIA PADILHA DAS ALMAS Choveu, choveu, Só lá na calunga é que não choveu, É que a Padilha Cruzeiro das Almas Presta conta pra Deus
28- PONTO DE POMBA GIRA De vermelho e preto Vestindo a noite um mistério traz De colar de ouro brinco dourado a promessa faz Você pode ir você pode vir Peça o que quiser Mas cuidado amigo ela é bonita ela é mulher (bis) E no canto da rua rodando rodando, rodando está Ela é moça bonita girando girando, girando lá Oi girando lá ô lê lê Oi girando lá ô lá lá
29- MARIA PADILHA Maria Padilha Você é a flor perfeita Que vem dentro desta seita Para aqueles que tem fé... Tú és a Rosa que perfuma a Umbanda Vencedora de demandas, Com amor e muito axé... Maria Padilha não me deixe andar sozinho, Põe a rosa sem espinhos Nos caminhos aonde eu passar... Ô pombo gire, ô pombo gira Faça um tapete de rosas para que eu possa caminhar.
30- MARIA MULAMBO Nasceu no cruzeiro das almas, Uma roseira que já deu flor, Entre elas uma rosa Que em uma linda mulher se transformou Praticando sua caridade com muito amor Exalando harmonia como o perfume da flor Ela é moça bonita Ela é faceira e formosa Mulambo da encruza é a mais bela das rosas
31- PONTO DE POMBA GIRA Vinha caminhando pela rua Quando uma moça bonita eu vi Com sua sandália de prata sua saia dourada Ela sorriu para mim Eu perguntei a ela, onde fica a sua morada Ela respondeu pra mim assim Moro numa estrada sem fim Moro numa estrada sem fim
32- MARIA MULAMBO Mulambo, soberana da estrada Rainha da encruzilhada E também de quem tem fé, Suprema é uma mulher de negro Alegria do terreiro seu feitiço tem axé Mas ela é ela é, ela é Mulambo da encruza Minha amiga de fé
33- MARIA MULAMBO Mas que caminho tão escuro Que vem passando aquela moça (bis) Com vestidinho de chita Estalando osso, osso por osso (bis) Mas a pomba gira é a tatá molambo Mas ela é a pomba gira é a tatá molambo Com vestidinho de chita Estalando osso, osso por osso Com vestidinho de chita Estalando osso, osso por osso
34- PONTO DE POMBA GIRA Pombo Gira Se tu és uma rosa Que floresceu sob um monte de espinhos Ô pombo gira abre os meus caminhos
35- ROSA NEGRA É negra, soberana e poderosa É a mais linda das rosas que encanta o jardim La na encruza é luz que nos dá caminho Nunca nos deixa sozinho Sempre pronta para nos ajudar É rica de energia e de beleza É fonte de alegria aonde houver tristeza Sua missão é praticar a caridade Demonstrando lealdade trabalhando para o bem Ajudando a quem precisa e a quem não precisa também Mas se você não acredita um dia há de acreditar Quando passar pela calunga e Rosa Negra estiver lá Ri qua qua, ri qua qua, é a pombo gira Rosa Negra na calunga a gargalhar Ri qua qua, ri qua qua, é pombo gira Rosa Negra Ena ena mojubá
36- POMBA GIRA CIGANA Ó Ciganinha, eu preciso de você. Ó Ciganinha, eu preciso de você. Vamos jogar o jogo da amarelinha, Se eu perder, você me ganha Se eu ganhar, você é minha
37- FIGUEIRA Foi em uma estrada velha, na subida de uma serra Numa noite de luar (de luar, de luar) pomba gira da Figueira, Moça bela e faceira Dava o seu gargalhar Ela é mojubá, Ela é mojubá, Ela é mojubá
38- MARIA PADILHA Moça me dá um cigarro do seu pra fumar Porque dinheiro Eu não tenho prá comprar Vivo sozinho, vivo na solidão Maria Padilha me dê sua proteção Ô moça, ô moça, ô moça Me ajude com a sua força
39- MARIA PADILHA Cemitério é praça linda Que eu não quero passear (bis) Lá tem sete catacumbas, a Padilha mora lá Mora lá, mora lá a Padilha mora lá
40- PONTO DE POMBA GIRA Era meia-noite, Lá na calunga a Pomba gira apareceu, Iluminada pela lua, Com a sua pele nua um sorriso ela deu (bis) Mas ela é, ela é, ela é pomba gira das Rosas Misteriosa mulher...
41- MARIA MULAMBO Quando tu vens chegando na Umbanda Trazendo paz, energia e amor Com tua fama, teu empenho e teu carinho Vens chegando de mansinho do lado de Marabô Mulambo da encruza que veio nos ver Seu axé é poderoso e veio pra nos valer Vem enfeitada e seu vestido não tem cores Lá da encruza vem tirar a nossa dor Ela nos cura e purifica nossa alma Dá uma gargalhada e deixa saúde e amor Mulambo da encruza que veio nos ver Seu axé é poderoso e veio pra nos valer
42- CIGANA DA PRAIA Noite tão linda, Céu estrelado misterioso luar Ondas que avançam pra areia Beijando os pés da cigana a bailar Com seu vestido rodado e uma rosa na mão Linda cigana peço a sua proteção Trazendo paz e alegria, cheiro de rosas no ar Filha do vento vem saudar força do mar Como gira na areia ô, como gira na areia A Cigana da Praia bailando pra Mãe Sereia Como gira na areia ô, como gira na areia A Cigana da Praia bailando pra Mãe Sereia
43- MARIA MULAMBO Joga flores no caminho, não me deixa andar sozinho, nesse mundo de meu Deus.. (2x) Você que é uma rainha, mais deixou tudo o que tinha, pra viver com os plebeus… (2x) Linda, formosa e vaidosa, traz no cabelo uma rosa, que alguém lhe ofereceu, Morena, quem me contou foi um jogo, você é Maria de José, mas para nós tú és Molambo hô abre a roda, deixa ela dançar, ela é Maria Molambo aqui e em qualquer lugar (2x)
44- ROSA VERMELHA Procurei sim! Dias e noites sem fim. Procurei Rosa Vermelha e encontrei nesse jardim.(2x) Procurei por uma Rosa. A mais bela e formosa. E encontrei Rosa Vermelha. divina e maravilhosa. Num jardim de lindas flores. Encontrei linda mulher. Rosa Vermelha Encantada. Linda Rosa ela é!
45- ROSA VERMELHA Ela vem caminhando no cruzeiro Ela vem dançando vestida de vermelho Ela é a pomba gira, ela é rosa de amor Eu caminhava só e triste no cruzeiro E uma moça de vermelho de repente apareceu Com sete rosas, sua cabeça coroada E sua saia rodada que dançando não se vê Muito bonita eu achei muito formosa Quando chega a noite aflora o perfume de mulher Mas, ela é Rosa Vermelha, Ela é uma linda flor Ela é uma rosa cheia de amor (bis) Rosa vermelha, rosa vermelha sagrada Rosa vermelha a Pomba Gira das Sete encruzilhadas Vive girando, rondando só pela rua Rosa vermelha a Pomba Gira das Sete encruzilhadas Bonita rosa, a encruzilhada, bonita rosa Que vem dançando de madrugada
46- MARIA PADILHA Sua gargalhada ecoa na madrugada Maria Padilha não é cinzas ela é brasa, Com sol ou lua louvamos com fé Maria Padilha está pro que der e vier Não mexa com a Padilha brincadeira ela não é Transforma espinho em rosas se fores merecedor Na barra da sua saia ninguém nunca encostou Labareda de fogo queima, É o aviso que ela dá Quem quer caminhos floridos com ela não vai brincar
47- MARIA PADILHA Maria Padilha Estou Cantando Em Seu Louvor, Na Barra Da Sua Saia Corre água E Nasce Flor
48- MARIA PADILHA Umbanda sua rainha chegou umbanda mais uma estrela brilhou (bis) o salve, salve a Pomba Gira que veio da encruzilhada para alegra nossa gira, o salve seu ponteiro de aço salve a sua tesoura que corta todo embaraço
49- MARIA PADILHA Quem viu o sol se esconder Quem viu a Lua brilhar Quem viu o espinho da rosa Também vai ver Maria Padilha chegar (bis) Os seus olhos são verdes Sua cor é mulata Seus cabelos são negros E a sandália é de prata Numa mão tem perfume Na outra tem a flor Para Umbanda querida Maria Padilha traz paz e amor


João Caveira

João Caveira é o nome de uma falange de exu de Umbanda (entidade espiritual) da Quimbanda e Umbanda brasileira. Trata-se de uma das falanges de entidades responsáveis pelo encaminhamento das almas (espíritos desencarnados) que vagam nos cemitérios para áreas de captação e triagem. É representado por um homem carregando um crânio humano. Em outra versão é a própria caveira em pé. Normalmente é associado como estando localizado no portão do cemitério (calunga), mas sua ação é muito mais abrangente. Suas manifestações mediúnicas são ocorrentes nos terreiros. É uma entidade séria e de poucas palavras, normalmente indo diretamente ao assunto.
João Caveira pertence à falange do Exu Caveira, que por sua vez é regida pelo orixá Omolu. Trabalha no cemitério, seu ponto se força é do lado direito do cruzeiro, trabalha muito com Exu Caveira, algumas lendas falam que João Caveira é filho do Sr. Omulu. É serventia do Ogun Megê,e também do preto velho das almas. O tipo de seu trabalho é bem parecido com o do Exu Caveira. Também é um exu guardião chefe de falange.

Características

Bebida - Marafo, Whisky, destilados
Guia - preta e branca,preta e amarela ou toda preta
Lugar - Calunga pequena
Vela - Pretas, Vermelhas, Brancas

"Se eu sair o terreiro Fecha"


"É comum que depois de algum tempo que uma pessoa está num terreiro, mesmo que em pleno desenvolvimento mediúnico, ela pense que é insubstituível. Isso é muito comum. O indivíduo tem a sensação clara de que se ela deixar o terreiro, o mesmo não sobreviverá, não conseguirá dar continuidade aos atendimentos e/ou coisa parecida. Ela começa a se achar vítima do sacerdote, dos médiuns mais antigos, dos seus irmãos de fé e até da consulência. Ela começa a ter um desejo inconsciente de "punir o terreiro" através da sua saída, pois ela terá a certeza que todos virão de joelhos implorar a sua volta. Sei de pessoas que ficaram totalmente decepcionadas e mesmo depressivas ao verem que o terreiro em que eram membros sobreviveu à sua saída e que alguns meses depois nem se lembravam mais dela. Geralmente essas pessoas começam a falar muito mal do terreiro, do sacerdote e até mesmo inventam boatos dizendo que o terreiro está com problemas espirituais, administrativos, de moralidade ou outros quaisquer e por isso ela o deixou. Conheço pessoas que ao deixar seus terreiros comentaram ter absoluta certeza de que seus "ex-sacerdotes" viriam correndo oferecendo um "cargo" ou alguma regalia para que voltassem. Um homem que conheci, não aceitou o convite de frequentar a corrente mediúnica de outro terreiro dizendo estar aguardando o telefonema do sacerdote pedindo sua volta. Eles não conseguirão sobreviver sem mim, afirmou ele. Meses depois, ele não frequentava nenhum lugar ainda, outros do tipo abrem seus próprios terreiros... Quero deixar claro que esse sentimento de ser insubstituível é natural em muitas pessoas, pois elas realmente são pessoas-chave para os terreiros em que frequentam. De fato, seus sacerdotes sentirão muito a sua saída. De fato elas farão falta. Mas cuidado para não cair nessa armadilha. Da mesma forma e com a mesma gravidade, conheço sacerdotes que acreditam que os médiuns e membros do terreiro jamais deixarão sua corrente mediúnica e dizem: "ele não encontrará terreiro igual a este" ou ainda "ninguém o aceitará e ele voltará de joelhos pedindo para ser aceito". Os dois lados se enganam. A verdade é que nem membros, nem sacerdotes são insubstituíveis e é preciso ter muita humildade, calma, paciência e, principalmente, muito equilíbrio para entender essa verdade. Reflita sobre isso! " Que Oxalá nos abençoe sempre Saravá .'. autoria de Rodrigo Queiroz:


Pedido a Maria Padilha Pedido a Maria Padilha das Almas, Basta ir a uma encruzilhada aberta femea. (para quem tiver receio de ir ao cemitério). Coloque um padê de mel e azeite doce(meio a meio), (um pouco de farinha de mandioca, misturada com mel, tipo uma farofa, um pouco de fubá misturado com um pouco de azeite doce, tipo uma farofa, coloque num prato raso e de preferencia branco ou de barro. Enfeite a farofa com umas folhas de alface, e tomate vermelho, como normal se corta para salada. Podendo ser temperados com sal, e se preferir um bife mal passado tb. Pode colocar azeitonas pretas, e cebolas cortadas como de costume para uma salada. Compre meio metro de murim vermelho(encontra-se nas casas de artigos religiosos). Uma vela vermelha ou branca mesmo. I Rosa vermelha.Sem os espinhos claro. 1 Garrafa de champagne de sua escolha. Coloque nessa encruzilhada aberta e femea, ou se preferir no cruzeiro das almas. Abra a bebida, entorne um pouco por cima da comida e em sua volta, encha um copo, ascenda a vela, coloque o prato sobre o pano e a rosa também, e por fim ascenda 7 cigarros em volta do prato (de sua escolha).E peça á ela o que quiser, Lembrando que é preciso ter fé, usar seriedade, e respeito. Se quiser pode pôr também, um brinco, ou colar, pulseira, qualquer acessório feminino.


  • Ao mestre com carinho
  • Ogum
  • Oxum
  • Yansã
  • oracões
  • Xangô
  • Yemanjá
  • Oxossi
  • Oxalá
  • Oxumarê
  • Preto-velhos
  • Caboclos
  • Boaideiros na Umbanda
  • Baianos na Umbanda
  • Marinheiros
  • Pomba Gira
  • Maria Padilha
  • Oração de exu
  • Banhos de descarregos
  • pontos-riscados-Exu
  • História de Rei Congo
  • Pontos Cantados Orixás
  • Pontos cantados Diversos
  • Maria Redonda
  • Sitemap
  • Mensagem de Zé Pilintra
  • Pai José da Guiné
  • Exu Capa Preta
  • Exu das Sete Encruzilhadas
  • Exu morcego
  • Exu Meia Noite
  • Mensagem de Pai joão de Angola
  • Conselhos de Pai joao de Angola
  • pai-joao
  • Oração a Pai joão de Angola
  • Atribuição dos Preto-velhos
  • CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA
  • Histórias de Vovó Luiza
  • Quem Somos
  • Linha de Caboclos
  • Livro de Visitas 1
  • Ogum Rompe Mato
  • Ogum Yara
  • Altar Virtual dos Orixás
  • Altar Virtual
  • Descubra seu Orixá
  • Altar Virtual de Exu
  • Altar virtual de Ogum
  • Altar virtual de Oxum
  • Altar virtual dos Preto-velhos
  • Altar de Nossa Senhora
  • Ogum vencedor de Demanda
  • Fundamentos
  • OS TRABALHOS DESENVOLVIDOS
  • Cartão de Visitas
  • livro-de-visitas-2
  • Orações 2
  • Os dez maiores erros cometidos por médiuns umbandi
  • A Saída dos Orixás
  • A História de vovô Benedito
  • Oferendas de Oxum
  • Textos de Umbanda
  • Oferenda de Xangô
  • Oferendas de Ogum
  • Oferenda de oxossi
  • a-mediunidade-os-orixás-e-os-caboclos
  • orações diversas
  • Oração ao Pai João de Angola
  • oração a escrava anastacia
  • ORAÇÃO A PAI BENEDITO DE ARUANDA
  • Oração a Maria Bueno
  • Oração a Tia Maria de Minas
  • Oração ao caboclo 7 flexas
  • Oração ao caboclo boiadeiro
  • Oração ao seu Zé Pilintra
  • Oração a são cosme e damião
  • Oração para fechamento de corpo
  • Oração a cabocla Jurema da praia
  • Oração ao Divino Espirito Santo
  • ORAÇÃO AOS PRETOS VELHOS – I
  • oração a Oxalá
  • Prece à tia Rita da Bahia
  • Oração dos Preto velhos-4
  • Oração dos Preto velhos 3
  • Oração dos preto velhos 2
  • Oração do Perdão
  • Para teu Lar
  • Prece de Caritas
  • Orações a Yemanjá
  • orações a Oxossi
  • Prece a xangô
  • Orações a santa Barbara
  • Orações a Yansã
  • Oração da Pomba-gira
  • Oração de São jorge
  • Oração a Oxum
  • Oração para cura de traumas emocionais e decepções
  • Oração para começar o dia
  • ORAÇÃO FORTE E PODEROSA CONTRA INIMIGOS E INVEJA
  • Pai Nosso Umbandista
  • Creio em Deus Pai na Umbanda
  • Oração aos Orixás
  • Oração ao anjo da guarda
  • Pedido de Proteção
  • Oração poderosa de Pai joão
  • Oração à Nossa Senhora da Cabeça
  • Oração a Bezerra de Menezes
  • Oração ao Poderoso Santo Expedito
  • Oração à São José Operário
  • Oração a São Miguel Arcanjo
  • Oração para abrir caminhos
  • Oração ao sete Encruzilhada
  • Abertura dos trabalho 2
  • Prece de Abertura dos trabalhos
  • Prece ao Caboclo Sete Estrelas
  • Oração ao Caboclo Ventania
  • Caboclo 7 Pedreiras
  • PRECE A POMBA-GIRA
  • oração a tranca rua das almas
  • Prece ao Pai João da Mata
  • Oração ao Caboclo
  • Oração a Boiadeiro
  • Oração as sete linhas
  • ORAÇÃO DO PAI JOSÉ DE ARUANDA
  • Oração ao Pai Joaquim
  • Oração do baiano Corisco
  • BENZEDURA CONTRA O MAU-OLHADO INVEJA E QUEBRANTO
  • ORAÇÃO PARA BÊNÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO OU LAR
  • ORAÇÃO PARA PEDIR FÉ
  • Oração aos Pretos Velhos e Pretas Velhas
  • Oração a Santa Sara Kali
  • Os Filhos de Omolu
  • Ebó para Yansã
  • Comida de Xangô
  • Lendas de Iansã com Ogum
  • Pontos cantados de Pomba-gira em Videos
  • ORIXÁS EXÚ E OGUM
  • Sem Exu não se Faz nada
  • OS FILHOS DE EXÚ
  • Pontos Cantados de Oxala Videos
  • Pontos Cantados de Ogum Videos
  • Pontos Cantados de Oxum Videos
  • Pontos Cantados de Yemanjá Videos
  • Pontos Cantados de Oxossi Videos
  • Galeria de Videos
  • Pontos Cantados de Xangô videos
  • Pontos Cantados de Yansã videos
  • PORQUE OS EXUS RIEM
  • Videos de Preto velhos
  • Cigano Pablo
  • Cigana esmeralda
  • Mensagem de Ogum
  • Ogum Beira Mar
  • Altar na Umbanda
  • A tristeza dos Orixás
  • Amor palavra de ordem na gira
  • AS FALANGES DE TRABALHO NA UMBANDA
  • ASSISTÊNCIA
  • exu não e fofoqueiro
  • ATITUDE INTERIOR
  • BANDEIRA BRANCA DE OXALÁ
  • Cantos e Palmas num Terreiro
  • Como acontece a Gira
  • conduta moral
  • CONDUTA NO TERREIRO DE UMBANDA
  • Conflitos
  • Conflitos Familiares
  • Como ler escutar ou observar e saber se aquilo é
  • Cores e a Umbanda
  • Cumprimentos e Posturas
  • De Olhos Fechados
  • Deus não te Fez para sofrer
  • Deus salve a Umbanda
  • Página em Atualização
  • EGUNS E QUIÚMBAS
  • ELEMENTOS DO TERREIRO DA UMBANDA
  • ENTENDENDO A INVEJA
  • ESPIRITUALIDADE E CONSCIÊNCIA
  • EXPRESSÕES USADAS NA UMBANDA
  • EXU NÃO É DIABO
  • falta de doutrina e de complemetimento
  • Faz caridade fio
  • Os perigos e conseqüências da mediunidade mal orie
  • O DIA DE FINADOS NA UMBANDA
  • Fazer o bem sem ver a quem
  • Os Médiuns são Parceiros
  • Fumos e Bebidas
  • Fundamentação Doutrinária
  • GUIAS E COLARES
  • Hierarquia na Casa de Umbanda
  • Humildade
  • Jogaram uma carga pesada pra cima de mim
  • O maior inimigo da Umbanda
  • Mediunidade na Umbanda
  • Mediunidade um passo de cada vez
  • Mensagem do Caboclo Sete Flechas
  • MIRONGA DE PRETO VELHO
  • Não abandone seu posto de serviço
  • Normas dos Terreiros
  • Nossos Umbigos
  • Linha de Esquerda Exu e ´Pomba-Gira
  • O pequeno universo do umbandista
  • O Perdão Não tem Contra-indicação
  • O Templo Que Vos Acolhe
  • obrigações na umbanda
  • OBRIGADO VOVÔ
  • ORAÇÃO DO UMBANDISTA
  • Orixá de Cabeça
  • Os Caboclos na Lição de Pai João
  • Os Orixás se Manifestam em Nós e Através de Nós
  • Oração de Ogum Xoroquê
  • .